Diferentes prioridades na vida a dois

segunda-feira, abril 04, 2016

Oláa, noivíssimas!

Como é bom escrever para vocês de novo. Já leu meu primeiro post sobre conflitos depois do casamento? ;)

Hoje, começo dizendo que estou aqui esbabaquiada em como a cabeça do homem e da mulher são mundos tão diferentes, mesmo! Há dias penso em como começar esse texto, queria uma forma original e criativa, então, fui pedir ajuda ao marido, ele responde prontamente: "estou no meu momento de descanso...

Oi?

Quer dizer que descansar e pensar/conversar são cansativos? Não poderia me ajudar no meu dilema? Ok, a verdade é que o "modo avião" dele tava ligado, isso inclui pernas para o ar, mente flutuante, ouvidos surdos para qualquer tipo de conversa e uma dose de "depois eu faço". A sua prioridade ali era descansar, afinal, era fim de semana, ele estava focado em descansar.

Tá! ^^

Entendi nesses meus 4 anos de casada (recém completados! #palmas) que quando namoramos temos como prioridade absoluta conquistarmos um ao outro. Seja com um buquê ou com aquele batom que ele tanto gosta.

Namorei 2 anos e 8 meses, e ele parava nas costas o trem que eu ia para o trabalho, para assim, dar tempo de pegarmos o mesmo vagão, a sua maior felicidade da vida era ver o meu sorriso animado quando ele se doava em meu favor. Também reparei que eu vestia os melhores "looks", perfumes e maquiagens para ele. Nossa prioridade era conquistar um ao outro, graças a Deus que deu tudo certo! (#maispalmas)

Palmas pra mim

Quando casamos, uma enxurrada de compromissos nos sufocam: casa - quatro letrinhas que resumem lavar roupa, estender, passar, guardar; fazer compras, guardar, escolher a refeição, descongelar, cozinhar, lavar, guardar; forrar cama, desforrar cama; varrer, tirar pó, passar pano... cansei! -; contas - 1, 2, 3, 8, 12, 24, 36 parcelas -; trabalho - chefe, colegas, prazos, horários, etc. -; faculdade - trabalhos, provas, colegas, professores, etc, -; igreja; clube; curso de inglês; futuro melhor; casa própria; um carro; etc.; etc.. Com tantos compromissos, acabamos esquecendo de conquistar o cônjuge diariamente. Temos sempre a sua companhia ao dormir, mas também temos dias atarefados, estressantes, que nos fazem bater na cama dormindo. As esposas querendo equilibrar a casa de boneca limpa como sonhou; o marido preocupado com as contas para acertar, perdemos o foco de ter momentos que nos façam felizes JUNTOS

Se permitirmos que o sonho de um doutorado ou de conquistar a casa própria, atrapalhem nosso alvo de sermos felizes com o amor que escolhemos para a vida, estamos fazendo isso muito errado!

Sempre penso: do que adianta Rafael se formar, se eu não puder vibrar com a felicidade dele, como vibrou com a minha quando me formei? Do que adianta eu ter dinheiro para uma comida tão deliciosa, se não tiver a doce companhia do meu marido para alegrar meu jantar? Do que adianta ter minha casa com meus filhos correndo pelo quintal, se eles forem tristes por terem pais divorciados? Do que adiantaria? Sinceramente, para mim, seria uma grande tristeza e decepção.

Eu e Rafael temos objetivos traçados em conjunto. Nos apoiamos e trabalhamos em favor que eles aconteçam, também temos objetivos individuais, os quais nos doamos em prol um do outro para que também se realizem. BabyZ (meu marido) sempre me apoiou muito a terminar a faculdade, mesmo que isso nos custasse os últimos centavos, hoje foco meu tempo livre com ele, para que estude e também se realize, e o melhor é que ele sempre entendeu meu sonho de quando fosse mãe, tirasse uma licença maternidade sem data para acabar. Rafaela nasceu, e eu não trabalho fora, mas também me comprometi em aceitar as condições de vida que ele pudesse me oferecer.

Com o objetivo maior de fazer um ao outro feliz, tenho certeza que seremos felizes. :)

Felicidade

Se doe. Vale a pena! Vitorias divididas, alegrias compartilhadas!

Um grande beijo,
Rebeca Melo  Minhas mídias sociais: FACEBOOK

You Might Also Like

0 Comentários