Sr. e Sra. Rabisco | O início de uma grande história

quinta-feira, abril 23, 2015

Foto: Arquivo Pessoal
Gosto de histórias, principalmente, histórias de amor. Mas, quem não gosta de uma bela história de amor? Quem não ler e fica cheio de esperança/fé na vida? Quem não fica imaginando o seu “felizes para sempre”? Por isso, vamos conhecer a história de Deyze Kelly e Rômulo Lemos, do Eu Rabisco.


A Deyze contou todos os detalhes da história do casal para o Digo Sim, desde o primeiro "oi" ao grande dia, o dia do "Sim, eu aceito!".

**
Em uma sexta de outubro de 2012, perto do sol se pôr, fui à varanda de minha casa (dos meus pais) com meu violão e câmera e tirei uma foto dele com o sol ao fundo. Fui pro computador e, com uma edição simples, coloquei “Feliz Sábado”. Marquei alguns amigos e pronto.

Semanas depois, já em novembro, vi essa foto no Facebook de um amigo e, movida pela curiosidade, fui fuçar as pessoas marcadas, os amigos dele. Acabei chegando no perfil de Rômulo. O avatar era uma foto dele com a camisa e lenço do Clube de Desbravadores e isso me chamou atenção.

Adicionei ele no dia 6 de novembro de 2012. Ele, rapidamente, me aceitou e puxou conversa. Foi só um “Oi”, seguido de um “Oi, Rômulo”. Claro que ali não tínhamos ideia que acabaríamos no altar. Era só uma conversa tão normal quantos às outras no Facebook.

Acabamos conversando a tarde toda e os dias e semanas seguintes também foram assim. Ele já estava no último semestre de Marketing e estudava à noite. Era engraçado porque assim que ele chegava da faculdade corria pro Skype pra ver se eu ainda estava online. Eu estudava de manhã, acordava muito cedo e, às vezes, não dava pra esperar ele chegar e ficar online.

Hoje, ele conta que saía do ônibus “às pressas” pra chegar logo em casa, na esperança de ainda conseguir falar comigo, nem que fosse um “boa noite”. Em nossa primeira conversa por telefone, eu passei um bom tempo só falando “uhum” e respondendo monossilabicamente. Morria de vergonha, porque achava nossos sotaques muito diferentes. Ele é potiguar e eu sou paraibana (devo confessar que me apaixonei pela voz dele).

Pra ele me convencer a ligar a web no skype foi outra novela. Em nenhuma hipótese, eu queria aparecer. Não foram raras às vezes em que ele apareceu sozinho, mas aos poucos ele foi me convencendo a aparecer.

**

Pensa que para por aí? A história está apenas começando... Então, continue acompanhando o digo sim e vamos nos encantar juntos com este casal.

You Might Also Like

2 Comentários